Páginas

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Mais Cultura e Cultura Viva

Exposição no Congresso Nacional destaca a cultura como direito básico de todo o cidadão

O Ministério da Cultura realiza entre os dias 20 e 29 de maio, no Congresso Nacional, exposição dos Programas Mais Cultura e Cultura Viva. O evento será aberto nesta quarta-feira, dia 20, às 15h30, no corredor de acesso ao Plenário, na Câmara dos Deputados.

Participarão da solenidade o ministro da Cultura, Juca Ferreira, a presidenta da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, deputada Maria do Rosário, o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, deputado José Fernando Aparecido de Oliveira, a secretária de Articulação Institucional do MinC e coordenadora executiva do Mais Cultura, Silvana Meireles, o secretário de Cidadania Cultural, Célio Turino, dentre outras autoridades.

Ao final do evento, o Ponto de Cultura Menino de Ceilândia apresentará a Orquestra Popular Menino de Ceilândia, que surgiu a partir da aprovação do Projeto Cultura, Turismo e Inclusão Social, desenvolvido pelo Ministério do Turismo por meio da Fundação Banco do Brasil, que realiza aulas de musicalização com teoria e práticas musicais para formação de orquestra e grupo de dança popular, cooperativa de costura e serigrafia.

De acordo com a coordenadora executiva do Mais Cultura, Silvana Meireles, o espaço cedido pelo Legislativo para a exposição reforça “o papel estratégico da cultura, que entrou na pauta da sociedade, como vetor essencial para o desenvolvimento social, econômico e sustentável do Brasil”. Para o secretário Célio Turino, “a exposição na Câmara dos Deputados permite a entrada do Cultura Viva a novos espaços e o diálogo com outros setores da sociedade. Com o Mais Cultura, o programa vem se consolidando a partir da parceria com os estados e já soma 1,6 mil Pontos de Cultura, permitindo o empoderamento de comunidades por meio da cultura”.

O Programa Mais Cultura foi lançado em outubro de 2007 com o objetivo de marcar o reconhecimento da cultura como necessidade básica, direito de todos os brasileiros, tanto quanto a alimentação, a saúde, a moradia, a educação e o voto. A partir desse programa, o Governo Federal incorpora a cultura como vetor importante para o desenvolvimento do país, incluindo-o na Agenda Social – política estratégica de estado para reduzir a pobreza e a desigualdade.

O Programa Cultura Viva foi criado em julho de 2004, a partir da constituição de uma rede orgânica de criação e gestão cultural, que exercita novas práticas na relação entre Estado e sociedade, mostrando que quem faz cultura é a sociedade e, portanto, cabe ao Estado potencializar essas iniciativas.

Em parceria, e num processo de descentralização previsto no Mais Cultura, o Cultura Viva deu um salto e expandiu suas ações, ampliando os Pontos de Cultura de 800 já apoiados para mais de dois mil, até final deste ano. Os Pontos de Cultura são entidades da sociedade civil que desenvolvem ações de caráter sociocultural e que, a partir do reconhecimento do MinC, são apoiadas com recursos de R$ 180 mil, distribuídos em três anos.

Na perspectiva de cooperação, articulação e integração, o Mais Cultura estabelece parceria com ministérios, bancos públicos, organismos internacionais e instituições da sociedade civil, e assina acordos com governos estaduais e municipais para a implementação de suas ações.

A exposição apresentará os três eixos que estruturam as ações do Mais Cultura:

* Cultura e Cidadania - promover melhoria da qualidade de vida à medida que protege e promove a diversidade cultural e amplia o acesso a bens e serviços culturais. Integram essa eixo as seguintes ações: Pontos de Cultura, Cine Mais Cultura, Conteúdos para TV Pública, Pontinhos de Cultura/Espaço de Brincar, Pontos de Leitura, Agentes de Leitura, Livros Mais Cultura e Vale Cultura.

* Cultura e Cidades - qualificar o ambiente social das cidades e do campo, por meio da construção, reforma, modernização e adaptação de espaços culturais. Compreende este eixo as ações: Espaço Mais Cultura, Bibliotecas Mais Cultura (implantação e modernização) e Pontos de Memória.

* Cultura e Economia - melhorar o ambiente econômico para investimentos no setor cultural, a fim de gerar oportunidades de negócio, emprego e renda para trabalhadores do mercado cultural brasileiro, por meio das seguintes ações: Microprojetos Mais Cultura, Microcrédito Cultural e Promoart – Programa de Promoção do Artesanato de Tradição Cultural.

Dentre as ações do programa Cultura Viva, a exposição destacará:

* Griôs - Educadores da tradição oral - por meio da provisão de bolsas trabalho e instrumentalização do Griô, o MinC reconhece a importância de valorizar o lugar social, político e econômico desse mestre do saber popular e do seu conhecimento inestimável.

* Escola Viva – cultura, comunidade e educação em reencontro - a partir das experiências culturais de cada Ponto, os estudantes podem identificar signos e códigos da cultura local e, na troca de experiências, apropriar-se do conhecimento estético e ético da cultura brasileira, e de como ela se relaciona com outras culturas.

* Cultura Digital – dar visibilidade e circulação à produção dos Pontos de Cultura. Cada Ponto recebe um estúdio multimídia para produção de vídeos, programas de rádio ou páginas na internet, tudo isso com programas de software livre.

* Interações Estéticas - O Cultura Viva, em parceria com a Funarte, lançou o prêmio Interações Estéticas – residências artísticas em Pontos de Cultura. O prêmio visa estimular o intercâmbio cultural e estético.

* Pontões de Cultura - O grande articulador da rede Cultura Viva, que conecta e mobiliza não só instituições que são Pontos de Cultura como diversas outras entidades da sociedade civil, criando um movimento amplo, orgânico e integrador.

* Pontos de Mídia - A ação Pontos de Mídia Livre visa desenvolver e acompanhar a construção de políticas públicas para iniciativas de comunicação livre e compartilhada, ou seja, que não estão atreladas ao mercado.


(Tatiana Sottili, SAI/MinC)
http://www.cultura.gov.br/site/2009/05/18/mais-cultura-e-cultura-viva/

Nenhum comentário: